Começou – NYFW!

E o mês da moda acaba de começar já agitando as passarelas de NY! Um dos meus maiores sonhos é frequentar as semanas de moda internacionais! Imagina só que incrível a cidade fervendo, respirando moda, várias fashionistas e looks incríveis desfilando pela rua, muito fotógrafos, estilistas famosos e grifes renomadas, jornalistas e editoras de moda, modelos… ufa! Maaaas, enquanto não chego lá, vou acompanhando pro aqui tudinho que rola nos desfiles, bastidores e, claro, onde se faz a moda – nas ruas!
E a semana de moda de NY começou com o desfile da Calvin Klein e seu novo estilista Raf Simons. Mudança de estilista numa grife é sempre motivo de ansiedade e especulação nos bastidores do undo da moda. Afinal, não deve ser nada fácil assumir a frente de uma marca renomada, com um estilo definido, clientes fieis, enfim. É sempre uma expectativa ver o que virá de novo nas passarelas pensadas por aquele estilista recém-chegado.
E o que a Calvin Klein mostrou foi bem interessante. O ponto alto da coleção? A alfaiataria! principalmente aquela alfaiataria oversized e com uma pegada masculina. Teve muito terninho, coletão, calças retas e sapatos fechados.A inovação ficou por conta de cores fortes como verde, vermelho, roxo e azul.
Processed with MOLDIV

Processed with MOLDIV

Processed with MOLDIV

Mas também vimos algumas inovações bem interessantes no decorrer do desfile. Mangas bufantes de tricô em cores fortes, que tiravam um pouco da seriedade das peças de alfaiataria, casacos e vestidos de plástico e lindas aplicações e estampas florais, deram um pouco mais de feminilidade pra coleção da marca.

Processed with MOLDIV

Processed with MOLDIV

Processed with MOLDIV

Outra aposta da grife foram as transparências e os recortes estratégicos e super sensuais. Aliás, a transparência vem forte por aí! Devemos ver muito dela nas próximas coleções.

Processed with MOLDIV

Trazendo isso tudo pra vida real? Apostaria nos terninhos com um toque mais divertido, como um sapato colorido, nos acessórios transparentes e de plástico, como bolsas e sandálias e nas peças com recortes diferenciados.
E vocês? Curtiram o desfile? O que levariam pro seu armário e pro seu dia-a-dia?

O retorno da pochete!

Sim! Você não leu errado! a pochete, uma das peças que mais recebeu o título de “brega” na história da moda, fez seu retorno triunfal nas passarelas da semana de alta costura de Paris! E não foi em qualquer passarela não, viu amiga, nada mais nada menos que Chanel e Elie Saab trouxeram pochetes em seus desfiles. Claaaaaro que não era aquela pochete preta e feiosa que estamos acostumados a ver por aí. A peça ganhou cara nova e uma repaginada que (vou confessar) me fez suspirar nos modelos apresentados. Pochetes mega estilosas, em cores lindas, com direito a brilhos e aplicações. Um luxo!

Ah, e lembre que a semana era de alta costura! Então a pochete apareceu não só em looks  dia-a-dia, mas também em produções dignas do mais luxuoso baile de gala! Sabe o que achei MARA? O tamanho! Não sei vocês, mas em nenhuma das minhas clutches eu consigo guardar me celular! não cabe! Não seria incrível desfilar por aí com uma pochete mega estilosa e ainda ter espaço pra guardar o celular?? #meusonho

Chanel
Chanel
Chanel
Chanel
Chanel
Chanel
Chanel
Chanel

No desfile da Chanel, as pochetes apareceram num formato mais retangular e alongado, com alças finas presas a cintura e a bolsinha pendendo tanto nas laterais como na frente do look. Os tons eram, em sua maioria, coordenados com a peça de baixo compondo produções monocromáticas ou com estampas concordantes, assim, a pochete funcionava mais como um complemento da roupa e não como peça de destaque. Também houveram modelos metalizados e com lindos bordados.

page

 

Já Elie Saab optou por uma pochete com pegada mais urbana, meio “western’, maior e com fivelas aparentes. Nesse caso, a peça aparecia quase com um cinto, bem colada a cintura, na parte lateral do corpo. Os tons e a cartela de cores, assim como no desfile da Chanel, conversavam bem com o look por trás. Amei o segundo modelo da montagem acima e usaria AGORA!! Será que demora muito pra chegar na Zara???

 

Elie Saab
Elie Saab

A verdade é que a pochete é aquele tipo de peça “feia, mas funcional”, afinal de contas, é ótimo poder carregar tudo assim na cintura sem ter que estar sempre com as mãos ocupadas ou com uma bolsa pendurada no ombro. Pra ir numa festinha ou balada deve ser mara! Mãos livre pra dançar, segurar o drink e tudo seu ali guardadinho na cintura. Além da funcionalidade, eu super usaria uma pochete assim mega estilosa que nem essas. E vocês? Curtiram ou vão passar essa trend??

 

 

 

A altíssima costura de Elie Saab

Não sei vocês, mas eu já tô cansada de babar nos looks de Elie Saab! Quando assisto os desfiles do estilista, me sinto assim meio que dentro de um sonho, de tanta beleza que desfila naquela passarela. Vestidos cheios ou até mais ousados, bordados riquíssimos e cores deslumbrantes! pura arte em forma de roupas.

E claro que, nesses ano, não poderia ter sido diferente… a gente fica ali esperando um errinho, uma opção duvidosa, mas nada… o danado arrasou mais uma vez e abalou as passarelas da semana de alta costura de Paris! Quer ver o que rolou por lá? Pois sente e segura o queixo que lá vem um show de babar!

Que Elie é fã dos bordados e transparências, a gente já sabe. O que me chamou a atenção nesse desfile foi o ar mais urbano, digamos assim, sendo desfiladas botas sem salto, pochetes, shortinhos e até calças.

BOTAS SEM SALTO
CALÇA E ‘POCHETE FASHION’
ELIE SAAB MEETS COACHELLA

Além desses looks mais moderninhos, Elie trouxe, como de costume, os vestidos que são sua assinatura, com direito a muito tule e pedrarias, mas com uma inspiração na cultura indiana. Vestidos que imitavam os saris (roupa típica indiana) e até véus também fizeram parte do desfile.

DETALHE NO OMBRO FAZENDO REFERÊNCIA AO SARI INDIANO

A NOIVA INDIANA DE ELIE SAAB

Outro detalhe que me fez suspirar foram as franjas! Mas não é qualquer franja não viu… Franjas riquíssimas, todinhas de canutilhos! Imagino o espetáculo aquilo em movimento!!

Achei um máximo todas as inovações desse desfile, mas como sou basicona mesmo, acabei vendo os vestidos mais tradicionais na lista dos meus preferidos! Porque o combo tule + bordados + transparências não tem erro!

E foi esse meu preferido! Tipo, se eu fosse pro Oscar, iria vestida exatamente assim pra sambar na cara da sociedade!

Ps. Nessa foto aí de cima, isso aí do lado da modelo é um salto quebrado?? Quem também reparou?? kkkkkkk

 

Haute Couture Paris – Verão 2016

Essa semana aconteceu a semana de alta costura de Paris, um dos meus eventos de moda preferidos, sem sombra de dúvidas! Na correria, não tive tempo de postar desfile por desfile, mas acompanhei tudinho e vou mostrar um pouco do que rolou por lá. Vamos conferir?

ATELIER VERSACE

Versace é sinônimo de mulher poderosa! A grife sempre aposta em modelos acinturados e decotados que valorizam bem a silhueta feminina. Nesse desfile, a aposta foi a tendência do sport chic, e o resultado foi simplesmente de babar!

O desfile começa com uma pegada bem esporte, mostrando terninhos estruturados em tons de branco misturados com laranja e amarelo neon, uma mistura deliciosa de alfaiataria com elementos esportivos e cores fortes. O show continua com vestidos curtinhos, muitos recortes, cores vibrantes e detalhes em cordas amarradas que eu simplesmente amei!!! Pra fechar, os longos assinatura da marca, com cinturas marcadas e fendas, mas em core mais vibrantes e com detalhes inusitados.

Confira abaixo o desfile completo, onde destaco dois looks que amei – O vestido longo azul bebê com um sapato laranja neon (quem diria hein?? azul e laranja!) e o terninho preto cheio de recortes e amarrações em cordas! Luxo demais!

  • Atelier Versace

DIOR

Havia muita expectativa em volta do desfile da Dior por conta da saída de seu principal estilista Raf Simons. A transição de estilistas sempre é um momento tenso e de expectativas no mundo da moda, pois sabemos que a visão daquele líder pode mudar completamente a cara da marca, o que é algo muito sério em grifes tão emblemáticas como a Dior. Quando penso em Dior, penso em elegância, looks atemporais, muita alfaiataria e acho que a nova equipe conseguiu manter bem o espírito da marca, porém acrescentando alguns toques de modernidade e sensualidade que, eu, particularmente, adorei!

O desfile como um todo apresentou muitas peças clássicas como blazers e calças impecáveis, saias lápis e vestidos de caimento reto. Os detalhes interessantes ficaram no jogo de cores, misturando preto e branco com tons vibrantes. mix de estampas de babar e decotes mais ousados, de ombro a ombro e muitas fendas, além de muita transparência. Também notei as mangas como protagonistas de várias peças, sejam mangas oversized ou bufantes (ADORO!!).

  • Christian Dior

 

GIAMBATTISTA VALLI

SONHOOOOOO!!!!! Que desfile mais perfeito foi esse!! O estilista misturou duas coisas que eu simplesmente amo: looks super femininos, mas com uma pegada mais moderna, e o resultado foi de babar! Muitos elementos românticos desfilaram pela passarela, como  saias esvoaçantes de tule, babados, aplicações florais em 3D e bordados riquíssimos, tudo isso com shapes mais modernos como croppeds, mullets, mangas bufantes (olha elas aí de novo!!), detalhes nas golas e capas LINDÍSSIMAS!!

Fiquei babando nas golas maravilhosas, nas capas poderosíssimas e nos bordados, mas amei mesmo foi a parte final do desfile! Vestidos cheios, com saias enormes de tule em camadas! um sonho! Sei que muita gente não vai curtir, mas eu amei!!

  • Giambattista Valli

CHANEL

Ah… Chanel. Grife sinônimo de classe e sofisticação. O desfile da chanel trouxe peças clássicas da marca, mas sempre com aquela repaginada. O desfile começa trazendo as famosas jaquetas de tweed, que dessas vez, aparecem com mangas exageradamente bufantes (olha elas ai de novo! alguém duvida que vai ser tendência) e saias lápis de corte impecável em comprimentos MIDI.

Outra novidade foram as bolsinhas que as modelos carregavam. Meio que uma “pochete chique”, perfeita pra guardar celular e coisinhas pequenas (já que as clutches hoje não comportam mais os celulares… :/) pendendo na parte da frente das roupas. AMEI muito e já quero aderir!

E, claro, não podei faltar um toque de glamour! A parte final do desfile foi uma sequência incrível de bordados maravilhosos e capas super diferentes, em tecidos transparentes e esvoaçantes, comprimento longo e muitos bordados, que vinham lindamente amarrada nos pescoços das modelos. Amei, simplesmente.

  • Chanel

ARMANI PRIVE

O desfile de grife foi uma explosão de tons de lilás e teve muita coisa diferente que me chamou muito a atenção. Além do desfile praticamente monocromático em torno de uma cor não tão fácil assim de se trabalhar, o destaque, na minha opinião, ficou por conta do uso da organza! Um tecido que não vejo há muito tempo circulando por aí, apareceu em, praticamente, todas as peças de desfiles. Calças, shorts, blusas e jaquetas de vários modelos em organza variando em vários tons de lilás. Destaque pras calças em organza com babados na lateral, que confesso que não curti muito…

Outra coisa que chamou minha atenção foram os shortinhos. Além dos modelos em organza, os shorts bordados com pedras nos mesmos tons de lilás ficaram um charme! usaria todos! Já os vestidos eu curti! Principalmente os que traziam saias em organza lilás contrastando com bordados em preto. Será que essa calça de organza pega???

  • Armani Privé

 

VALENTINO

Valentino é vida! e esse desfile não podia ser diferente! Uma mistura meio de deusa grega (vista nos vestidos brancos, drapeados, plissados e super esvoaçantes) com princesa barroca ( vista nos vestidos de tecidos mais pesados, com lindos brocados em tons de dourado). No meio dessa mistura, destaca-se o uso de transparência e de muitas capas, algumas feitas com um material trançado, que lembra uma espécie de palha metalizada dando um aspecto rústico lindo.

Outras peça que amei foram as body chains mega exageradas feitas de medalhas douradas. Super dá pra adaptar e usar no dia a dia, principalmente com peças mais decotadas. Amei!

Pra finalizar, estava fazendo o post com os looks de Elie Saab, mas não dá gente! é tanta coisa linda que ele merece um post separado pra gente babar juntas, ok??